Olhar Perceptivo - Teoria e prática de Sensopercepção em Educação Ambiental

 

Este livro apresenta vivências integradas para a educação ambiental. São atividades voltadas para o desenvolvimento da percepção e da tomada de conhecimento através dos sentidos. A sensopercepção contribui para que grupos sociais específicos intervenham de forma coletiva, organizada e qualificada na gestão do uso dos recursos ambientais; nas decisões que afetam a qualidade ambiental; e na formulação, redirecionamento, fortalecimento e execução de políticas públicas que contribuam para a promoção da sustentabilidade.

Olhar Perceptivo - Atividades de Sensopercepção em ações de Educação Ambiental

 

Este trabalho aborda o papel da sensopercepção em ações de educação ambiental e ações com grupos nas áreas de turismo, relações humanas, psicologia e cultura. Busca contribuir também para os cuidados com o corpo no dia a dia, visando maior qualidade de vida para as pessoas que participam destas ações.

 

 

Nonformal Environmental Education Programs: Guidelines for Excellence

 

O guia Programas de Educação Ambiental Não-formais: Diretrizes para a Excelênciaoferece um conjunto de recomendações para a concepção e implementação de programas não-formais de educação ambiental. As diretrizes apresentam características de qualidade, design e implementação para programas de  Educação Ambiental. O estudo fornece ferramentas que podem ser usadas para garantir uma base sólida para a implementação de novos programas ou para desencadear melhorias em programas existentes. O objetivo geral das orientações é  facilitar  processos de ensino que levem à qualidade ambiental no dia a dia.

 

Guidelines for the Preparation & Professional Development of Environmental Educators 

 

O guia Diretrizes para a Preparação e Desenvolvimento Profissional de Educadores Ambientais oferece recomendações sobre conhecimentos e habilidades básicas que educadores necessitam para oferecer uma educação ambiental de alta qualidade. Este conjunto de diretrizes tem sido usado no treinamento para professores de educação ambiental.

 

Environmental Education Materials: Guidelines for Excellence

 

O guia Materiais para Educação Ambiental: Diretrizes para Excelência fornece um conjunto de recomendações para o desenvolvimento e seleção de materiais instrutivos para a  educação ambiental. Estas orientações visam ajudar no desenvolvimento de guias de atividades, planos de aula e outros materiais instrutivos de alta qualidade. O livro  proporciona aos educadores um instrumento para avaliar  materiais de educação ambiental existentes, e criar novos modelos a partir de necessidades pedagógicas específicas.

 

Excellence in Environmental Education: Guidelines for Learning

 

O guia Excelência em Educação Ambiental: Diretrizes para a Aprendizagem oferece aos alunos, pais, educadores, administradores, políticos e público em geral um conjunto de regras comuns para a educação ambiental. As diretrizes visam apoiar  esforços locais e estaduais ficados na impotância da educação ambiental. Estas orientações definem determinados padrões para a educação ambiental de qualidade, com base no que uma pessoa ambientalmente instruída deve saber e ser capaz de fazer. O guia usa conceitos de melhores práticas existentes  no campo para delinear critérios fundamentais para a educação ambiental.

 

Early Childhood Environmental Education Programs: Guidelines for Excellence

 

O guia Programas de Educação Ambiental para a Primeira Infância  contém um conjunto de recomendações para desenvolver e administrar programas de educação ambiental de alta qualidade para crianças, com  foco na fiaxa etária de 3 a 6 anos. A educação ambiental na infância é um conceito holístico que abrange o conhecimento do mundo natural, bem como as emoções, disposições e habilidades sociais.

 

Environmental Education for a Sustainable Future: National Action Plan

 

O objetivo deste Plano de Ação é abordar de forma substantiva e eficaz as necessidades atuais da educação ambiental. O Plano visa assegurar  liderança pedagógica para diferentes setores envolvidos em atividades de educação ambiental e, sobretudo, promover uma melhor coordenação dessas atividades. A educação ambiental é definida no seu sentido mais amplo para abranger a sensibilização, a aquisição de novas perspectivas, valores, conhecimentos e habilidades, e os processos formais e informais que levam à mudança de comportamento em prol de um ambiente ecologicamente sustentável.

 

 

Solid Waste Management in the World’s Cities

 

Em uma sociedade de rápida urbanização global, a gestão de resíduos sólidos é um dos maiores desafios enfrentado por todas as cidades do mundo. Esta publicação oferece uma nova perspectiva e novos dados sobre um dos maiores problemas no desenvolvimento urbano. Usando a estrutura de Gestão Integrada e Sustentável de Resíduos Sólidos, o relatório apresenta uma pesquisa inédita em 22 cidades de seis continentes. Ele descreve a rica diversidade de sistemas de gestão de resíduos utilizados em todo o mundo, apresentando soluções práticas para  decisões políticas. A publicação é leitura essencial para todos os profissionais e formuladores de políticas públicas relacionadas, e uma referência valiosa para pesquisadores e estudantes.

 

Living Within Limits

 

Se todos vivessem o estilo de vida de classe média global de Londres ou Xangai precisaríamos de três planetas para nos sustentar. Este estudo argumenta que o que nós precisamos é de  um estilo de vida que possa gerar uma vida saudável e feliz para todos, utilizando apenas uma parte justa dos recursos do mundo, com comunidades sustentáveis, cidadãos conscientes  e empresas responsáveis ao redor do mundo.

 

Sustainable Smallholder agriculture: feeding the world, protecting the planet

 

O livro Agricultura Sustentável de pequena escala: alimentando o mundo, protegendo o planeta mostra como o pequeno agricultor atualmente precisa  estar na vanguarda dos esforços mundiais para aumentar a produtividade agrícola e lidar com a degradação ambiental, pobreza e trabalho infantil.  As mulheres e homens que possuem ou trabalham em cerca de 500 milhões de fazendas de pequeno porte fazem contribuições críticas para alimentar uma população crescente em suas comunidades e países. Mas eles o fazem com recursos escassos, muitas vezes em ambientes precários, e os seus meios de subsistência são ameaçados por impactos das mudanças climáticas.

ENSINO SOCIOAMBIENTAL